Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011

Foste-te Embora de vez

Desde o último post que, e relativamente ao assunto abordado nele, tudo mudou. Tanta coisa aconteceu logo no dia a seguir. De repente tudo mudou. E não, não foi para melhor. Não quero falar do que aconteceu, apenas resumir no facto que descobri que ele tinha e ainda tem namorada.

Tudo o que aconteceu nos dias a seguir magou-me muito. Não quero falar mais nisso. Quero é falar do que sinto.

Se o amo ainda? Sim, não posso controlar. Ainda o amo. Queria poder estar perto dele. Nem que fosse só para o ver. Só para falar com ele. Para sentir a presença. Mas ela está sempre ao lado dele. E eu não posso nem sequer aproximar-me dele. Como se amar fosse pecado. Como se amar fosse crime. Tenho que os evitar. Porque vê-los juntos é duro, é duro demais. Enquanto ele esteve no seminário em Coimbra eu também estive em Coimbra a estudar mas nunca nos víamos a não ser no Verão. Agora voltamos ao mesmo tempo para a santa terra e continuamos sem nos ver. Parece uma espécie de sina. Próximos mas ao mesmo tempo tão distantes. A vida, Deus ou o que quer que tenha poder sobre nós não nos destinou mesmo um para o outro. Não há nada a fazer. Mas então porque é que eu continuo a pensar nele mesmo sem o ver. Mesmo depois de tanto sofrer. Mesmo depois de ele me ter magoado tanto. Esperava o desprezo de qualquer amigo menos dele. Nem como amigo foi bom comigo. E acho que é isso que dói mais. Saber que perdi um amigo. Ou talvez ele nunca tenha sido meu amigo na realidade, e sempre algo mais. O que importa é que sinto que perdi a minha fortaleza ainda por cima para quem não o merece. Perdi a única pessoa que eu pensava que iria ficar o resto da minha vida ao meu lado, independentemente do que ela viria a ser para mim.

Tudo isto está a ser muito duro para mim. A ferida está a sarar mas às vezes reabre. E ainda dói. Dói muito. Não deiva de doer.

Estou: a erguer-me aos poucos
Música: Paula Fernandes - Passaro de Fogo
Publicado por tataflor às 21:44
link | Comenta AQUI!!! | Adicionar aos favoritos!!!
Domingo, 24 de Abril de 2011

Eu sou um Não

Há coisas que não foram feitas para nós. Amar e ser amada foi coisa que realmente não foi feita para mim.

Até os que nunca se suponha alguma vez terem algum tipo de amor para dar por varios os motivos, até esses hoje dão cartas nesse campo e amam e são amados.

E eu? Não tenho direito? Talvez não. Talvez nunca venha a ser.

 

Tenho 23 anos. Sofri horrores durante toda a minha vida, ja não merecia ser feliz? Já não merecia ser amada por alguém? Já não merecia ter um pouco de paz?

 

Às vezes pergunto-me, e visto que nada na minha vida faz sentido, porque é que ainda continuo aqui.

Publicado por tataflor às 02:41
link | Comenta AQUI!!! | Adicionar aos favoritos!!!
Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

O nome que no peito me sufoca....

Depois dos ultimos acontecimentos e nem me apetece falar do que aconteceu ao certo porque foi tudo tao rapido e tanta coisa acontceu que nem quero.

Eu nao sei o que vai dentro de mim. Nao sei o que dizer... Nao sei o que fazer... Nao sei sequer o que pensar... Se por um lado sinto saudades por outro acho que este sentimento é muito pequeno, mas no entanto quando estamos juntos tudo bate certo, tudo faz sentido. E o silencio.... O silencio que me assola à já 2 dias mesmo mata-me... Dói. Antes ao menos ainda havia mensagens a dizer que nao. Que é um erro... Que não faz sentido. Que mais vale esquecer. Que não há esperança. Antes ao menos havia ele. Agora não há ele. Agora não há nada. Agora só ha silêncio!!!!

 

 

Só para afastar esta tristeza

Para iluminar meu coraçao

Falta-me bem mais tenho a certeza

Do que este piano e uma cançao

Falta-me soltar na noite acessa

O nome que no peito me sufoca

E queima a minha dor

 

Falta-me solta-lo aos quatro ventos

Pra depois segui-lo pra onde for

Ou então dize-lo assim baixinho

Embalando-o com carinho

O teu nome meu amor

 

 

Porque todo ele é poesia

Corre pelo peito como um rio

Devolve aos meus olhos a alegria

Deixa no meu corpo um arrepio

Porque todo ele é melodia

Porque todo ele é perfeiçao

É na luz escuridão

 

Falta-me dize-lo lentamente

Falta soletra-lo devagar

Ou entao bebe-lo como um vinho

Que da força para o caminho

Para quando a força faltar

Falta-me solta-lo aos quatro ventos

Pra depois segui-lo pra onde for

Ou entao dize-lo assim baixinho

Embalando-o com carinho

O teu nome meu amor

 

Porque todo ele é melodia

E porque todpo ele é perfeiçao

É na luz escuridão

Falta-me solta-lo aos quatro ventos

Pra depois segui-lo para onde for

Ou entao dize-lo assim baixinho

Embalando-o com carinho

O teu nome meu amor

Estou: mal
Música: Miguel Gameiro - O teu nome
Publicado por tataflor às 23:32
link | Comenta AQUI!!! | Adicionar aos favoritos!!!
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010

Chorei

Ontem finalmente chorei. Ainda não tinha conseguido chorar. Já chorei tanto na minha vida que as lágrimas parecem já ao existir, parecem ter desaparecido, ido embora. Ontem chorei ao pensar na minha triste vida.Chorei ao pensar no que anda a acontecer e no que não anda. Chorei ao pensar na minha solidão. Ao pensar de como sou inútil, sem valor para ninguém. Chorei e chorei, mas agora já não consigo mais. Tenho o meu peito pequenocomo se não existisse ali nenhum coração, como se estivesse vazio. É assim que me sinto: VAZIA. Sem ter par onde ir, sem ter com quem falar, sem ter o que fazer, sem ser o que sou, sem nada, sendo apenas mais um corpo no mundo, apenas e só. Há dias em que esqueço que não sou nada, mas no fundo eu sempre não sou nada e então eu pergunto-me: "O que raio estou aqui a fazer? Se eu me fosse embora ninguem, mas absolutamente ninguem ia sentir a minha falta.". A verdade é esta, ninguem realmente ia sentir a minha falta. A minha mae talvez. Mas ela ia acabar por se habituar. Como é possivel eu chegar a este ponto? Nao ter ambiçoes, nao ter sonhos, nao ter raxao para viver, nao ter alma. A unica coisa que me resta é a solidao e a tristeza.

Estou:
Música: Leva-me a casa - Lúcia Moniz
Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Folguinha

Dia de folguinha... os meus últimos dias não tem sido nada bons mas enfim....

Têm sido um pouco dolorosos... Tenho andado a chatear-me muito com o meu pai...

Mas  enfim... Hoje é o meu dia de folga  e eu estou a tentar descansar e aproveitar o meu dia ao máximo...

Bem como não tenho nada de interessante para postar fico por aqui....

Bjs

 

 

Estou: mais ou menos
Música: Goo Goo Dolls - Iris

i3mais sobre mim

i3Pesquisa AQUI!!!!

 

i3últ. postes

i3 Foste-te Embora de vez

i3 Eu sou um Não

i3 O nome que no peito me su...

i3 Chorei

i3 Folguinha

i3 Fim

i3 Estou tão farta... Tão fa...

i3Arquivo

i3Os meus favoritos

i3 Faça como a água contorne...

i3 Saudade...

i3 Caçador de Sois

i3 Apenas um desabafo...

i3 Who Knew

i3 No promises

i3tags

i3 todas as tags

blogs SAPO
RSS